sábado, 1 de dezembro de 2012

Marinha de Guerra sul-africana vai reforçar patrulhas anti-pirataria

Da Redação, com agências

A África do Sul vai reforçar as suas patrulhas no mar ao largo de Moçambique e da Tanzânia para dissuadir a pirataria.

Cidade do Cabo - A África do Sul vai reforçar as suas patrulhas no mar ao largo de Moçambique e da Tanzânia para dissuadir a pirataria, disse, quinta-feira (8), um responsável da Marinha de Guerra, acrescentando estarem vigilantes contraum possível recrudescimento de tais ataques, noticia a AFP.

"Não vamos conseguir acabar com a pirataria," insistiu o vice-almirante Bernhard Teuteberg, director da estratégia no seio da Marinha de Guerra sul-africana, à margem de uma conferência sobre a segurança marítima em África.
O número de actos de pirataria no largo da costa somalí baixaram graças as patrulhas navais reforçadas, nomeadamente pela força europeia Atalante, mas Bernhard Teuteberg advertiu que "se essas forças se retirarem, veremos novamente um aumento de actos de pirataria".
Segundo o almirante sul-africano, as condições de navegação melhoraram com vinda da Atalante no hemisfério sul. "Temos a intenção, até finais de Novembro de 2012, de colocar de novo certas forças no canal de Moçambique e no largo da costa tanzaniana", por forma a proteger o comércio marítimo no oceano Índico.
Em Outubro de 2012, o Bureau Marítimo Internacional concluiu que o número de actos de pirataria e ataques no mar, no mundo, tinha baixado para 233, desde o início do ano, ou seja ao seu nível mais baixo nos três trimestres, desde 2008.
Os ataques praticados pelos piratas somalís ficaram também no seu nível mais baixo desde 2009, com apenas 70 incidentes durante os nove primeiros meses do ano de 2012 (contra 199 casos em 2011).
Fonte: http://www.africa21digital.com/politica/ver/20029352-marinha-de-guerra-sul-africana-vai-reforcar-patrulhas-anti-pirataria (09/11/2012)

Nenhum comentário:

Postar um comentário