sábado, 21 de janeiro de 2012

Americanos salvam pescadores iranianos

Pescadores agradecem aos marinheiros americanos Fotografia © Reuters

Teerão elogia libertação de 13 pescadores que tinham raptados por piratas somalis.

O Irão classificou de "gesto humanitário" a acção da marinha americana que resultou na libertação de 13 escadores iranianos que tinham sido capturados por piratas somalis. O resgate dos prisioneiros foi conseguido por forças do destroyer Kid, da escolta do porta-aviões John C. Stennis, que tinha acabado de abandonar o Golfo Pérsico.

A tripulação do barco iraniano estava no poder dos piratas há 40 dias e, no salvamento, os americanos prenderam 15 piratas. O navio iraniano seguiu viagem , após ser reabastecido pelo destroyer. O resgate surge num momento de crescente tensão política entre EUA e Irão.

"Consideramos a acção das forças americanas que salvaram a vida dos marinheiros iranianos como um gesto humanitário positivo e saudamos a iniciativa", afirmou o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros iraniano.

Segundo o relato do New York Times, cujo repórter esteve a bordo no barco resgatado, um dos marinheiros iraniano agradeceu aos militares americanos dizendo que "foi como se vocês tivessem sido enviados por Deus".

Apesar dos elogios oficiais, a agência oficial iraniana considerou que a libertação parece "um filme de Hollywood", estando a ser usada "para fins de propaganda".

Fonte: http://www.dn.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=2227240&seccao=Europa (07/12/2012)

Nenhum comentário:

Postar um comentário