domingo, 2 de setembro de 2012

Líder de piratas somalis é condenado a 12 prisões perpétuas

EPA

Um juiz dos EUA condenou um cidadão somali, Mohammad Shibin, a 12 prisões perpétuas.
Ele é acusado de ser um dos líderes dos organizadores da pirataria na costa oriental da África.

Ele foi preso em abril de 2011, durante uma operação de libertação do navio Quest, em poder dos piratas, com 4 cidadãos americanos a bordo. No momento do resgate por parte das forças especiais americanas, os 4 reféns americanos foram mortos.

Além da pena de 12 prisões perpétuas, Shibin terá que pagar às famílias dos mortos e ao governo dos EUA, uma compensação de 5,4 milhões de dólares.

Fonte: http://portuguese.ruvr.ru/2012_08_14/mohammad-shibin-condenado-a-12-prisoes-perpetuas/ (14/08/2012)

Nenhum comentário:

Postar um comentário