domingo, 2 de setembro de 2012

Piratas apoderam-se de petroleiro grego

Bandeira do Togo

Kuala Lumpur - Piratas tomaram o controlo de um petroleiro grego hoje (terça-feira) no golfo da Guiné, ao largo do Togo, anunciou o Bureau marítimo internacional (BMI).

O navio, que transportava gasóleo com 24 membros de tripulação, foi interpelado a 17 milhas (cerca 30 quilómetros) da costa da capital do Togo, Lomé, segundo o BMI.

Este é o segundo incidente do tipo em menos de duas semanas no Golfo da Guiné, onde os actos de pirataria aumentaram acentuadamente no primeiro semestre.

Mas, segundo um relatório do BMI publicado em Julho, o aumento deve-se em parte a uma melhor concepção dos ataques.

De acordo com o relatório, 32 ataques foram registados nas costas do Benin, da Nigéria e do Togo, de Janeiro a Junho, contra 25 em 2011. A maioria dos ataques implica "um alto nível de violência", com dezenas de reféns, precisa o relatório.

Depois do Corno de África, as costas da África Ocidental estão agora identificadas como um novo ponto alto da pirataria, onde navios carregados de petróleo bruto são particularmente visados.

A Nigéria e o Benin lançaram no ano passado patrulhas conjuntas para tentar travar esses ataques.

A Nigéria é o maior produtor de petróleo de África e muitos navios carregados de petróleo cruzam as suas águas, atraindo os piratas que roubam petróleo para vender num mercado negro bastante lucrativo.

Fonte: http://www.portalangop.co.ao/motix/pt_pt/noticias/africa/2012/7/35/Piratas-apoderam-petroleiro-grego,d9986eb8-86ee-4f4c-b48b-38ce36ba949c.html (28/08/2015)

Nenhum comentário:

Postar um comentário