quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Pesqueiro sul-coreano com 43 homens a bordo é sequestrado por piratas

AFP

Um barco pesqueiro sul-coreano, com 43 homens a bordo, foi capturado por piratas somalis próximo à costa do Quênia e levado para a Somália, informou neste domingo o Ministério das Relações Exteriores sul-coreano.

O canal de televisão sul-coreano YTN havia indicado anteriormente que o barco e sua tripulação haviam sido levados a um porto no norte da Somália conhecido por ser uma refúgio de piratas.

Segundo o comunicado do Ministério das Relações Exteriores, o barco de 241 toneladas, com uma tripulação formada por 2 sul-coreanos, 2 chineses e 39 quenianos, foi abordado no último dia 9 de outubro próximo da ilha queniana de Lamu, no Oceano Índico.

Um navio de guerra sul-coreano participa das operações contra a pirataria lançadas pelos Estados Unidos, China e uma dezena de outros países na região conhecida como "Chifre da África", uma zona estratégica que permite o acesso ao Canal de Suez.

Sequestros por resgate são comuns na Somália. Os reféns raramente são feridos e geralmente são soltos assim que o resgate é pago.

A Somália é atualmente o maior foco de sequestro de embarcações no mundo, com grupos armados especializados em roubo de cargas e sequestro de tripulantes.

No último mês de abril um outro navio sul-coreano, com 24 pessoas a bordo, foi sequestrado por piratas somalis. Até hoje eles ainda não foram soltos.

Fonte: http://gazetaweb.globo.com/v2/noticias/texto_completo.php?c=214661 (17/10/2010)

Nenhum comentário:

Postar um comentário