quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Petroleiro italiano é sequestrado nas proximidades de Omã

A embarcação 'Enrico Ievoli' já havia sido alvo de outra tentativa de sequestro por um grupo de piratas em 2006 (Fred Tanneau / AFP)

O 'Enrico Ievoli' tem uma tripulação formada por 18 pessoas.

O petroleiro italiano 'Enrico Ievoli' foi sequestrado nesta terça-feira nas proximidades do litoral de Omã, confirmou o Ministério de Relações Exteriores italiano e a companhia armadora, a Marnavi SPA, de Nápoles, sul da Itália. O 'Enrico Ievoli' tem uma tripulação formada por 18 pessoas, entre elas sete italianos, cinco ucranianos e sete indianos, segundo confirmou o armador, Domenico Ievoli.

Ievoli informou à imprensa local que o comandante da embarcação, Agostino Musumeci, entrou em contato com ele por telefone e disse: "os piratas subiram a bordo, mas estamos bem". O navio tinha partido do porto de Fujairah, nos Emirados Árabes Unidos e se dirigia ao Mar Mediterrâneo. De acordo com a Marnavi, a embarcação transporta 15.750 toneladas de soda cáustica.

O Ministério de Relações Exteriores ativou a Unidade de Crise e segue a evolução do sequestro em contato com o armador napolitano. Rita Gianfriddo, mulher do comandante do navio, Agostino Musemeci, disse à imprensa local que estava "muito preocupada", já que não conseguia falar com o marido.

Após ser informado sobre o sequestro, o presidente da Câmara dos Deputados, Gianfranco Fini, expressou preocupação pela repetição de fatos similares com embarcações mercantis italianas, mostrou sua solidariedade às famílias dos marinheiros e expressou a esperança de que o assunto seja resolvido rapidamente.
Precedentes - Em marco de 2006, um grupo de piratas tentou sequestrar o petroleiro 'Enrico Ievoli' quando navegava nas proximidades do litoral iemenita. Os piratas se aproximaram do petroleiro em vários barcos, mas o comandante deu o alarme e a rápida intervenção da fragata da Marinha Militar italiana 'Euro', que se encontrava na área, evitou o sequestro.

O incidente com o 'Enrico Ievoli' acontece seis dias após outro petroleiro italiano, o 'Savina Caylyn', ser libertado após sequestro realizado no dia 8 de fevereiro, enquanto navegava pelo oceano Índico com 22 pessoas a bordo.

(Com agência EFE)

Fonte: http://veja.abril.com.br/noticia/internacional/petroleiro-italiano-e-sequestrado-nas-proximidades-de-oma (27/12/2011)

Nenhum comentário:

Postar um comentário