sábado, 29 de outubro de 2011

Pesquisadores recuperam canhão do navio do pirata Barba Negra na costa dos EUA

Arqueólogos americanos içaram nesta quarta-feira mais um canhão do naufrágio do navio do famoso pirata Barba Negra, na costa do estado da Carolina do Norte. Com 2,4 metros de comprimento e pesando cerca de uma tonelada, a arma estava no fundo do mar desde 1718, quando o navio do pirata foi afundado.

"É como se já fosse Natal", comemorou Mark Wilde-Ramsing, diretor do projeto de recuperação.

Barba Negra, cujo nome verdadeiro acredita-se ser Edward Teach, ou Thatch, vivia na Carolina do Norte e capturou um navio de escravos francês em 1717, rebatizando-o “Queen Anne′s Revenge” (Vingança da Rainha Ane) e dando início a sua vida de saques. Ele eventualmente recebeu perdão da Coroa Britânica, mas segundo alguns especialistas começou a ficar entediado e voltou a atuar. Barba Negra foi morto por voluntários da Marinha Real Britânica em novembro de 1718, cinco meses depois de seu navio ter sido afundado.

Os pesquisadores passaram os últimos meses recuperando uma série de artefatos do “Queen Anne`s Revenge”, cujo naufrágio foi localizado em 1996. Liderada pelo Departamento de Recursos Culturais da Carolina do Norte, a expedição já retirou do local 12 canhões junto com outros objetos como um copo de cristal, correntes e itens ligados ao sistema de velas do navio.

"Quatro dos canhões estavam municiados, com as balas de canhão e espoletas e prontos para serem disparados", contou Sarah Watkins-Kenney, chefe da equipe de restauração do projeto.

Aproximadamente 50% do sítio arqueológico já foi examinado e cerca de 280 mil artefatos encontrados. Os pesquisadores esperam terminar o trabalho no local até 2013.
Da Agência O Globo

Fonte: http://www.pernambuco.com/ultimas/nota.asp?materia=20111027104941&assunto=18&onde=Mundo (27/10/2011)

Nenhum comentário:

Postar um comentário