domingo, 16 de outubro de 2011

Piratas da Somália sequestram navio italiano com 23 pessoas a bordo

No primeiro semestre deste ano houve 266 ataques de piratas ao largo da Somália (Reuters)

Cinco piratas somalis sequestraram um navio italiano com 23 pessoas a bordo. A embarcação seguia de Liverpool, no Reino Unido, em direcção ao Vietname.

O sequestro foi confirmado pela empresa proprietária do navio Montecristo, a empresa Alesio Group, horas depois de se ter perdido o contacto com a embarcação. A bordo seguiam sete pessoas de nacionalidade italiana, dez ucranianos e seis indianos.

“Após dez horas de tentativas, podemos considerar que o navio foi capturado”, disse à AFP um porta-voz da Alesio Group. O sistema de alarme do navio foi activado ainda de madrugada (eram 5h44 em Lisboa), e na última mensagem do comandante foi anunciado que a embarcação tinha sido atacada “por um grupo de cinco homens armados”.

O navio tinha partido de Liverpool, carregado de sucata. A empresa proprietária está em contacto com as autoridades italianas e internacionais para “enfrentar esta situação de emergência”, os familiares dos ocupantes do navio já foram avisados e o ministério italiano dos Negócios Estrangeiros activou o seu gabinete de crise e contactou com as várias partes envolvidas.

Também a Navfor, organismo europeu de combate à pirataria, adiantou que já estão a ser efectuadas buscas com navios e aviões militares, enquanto o diário italiano La Repubblica noticiou que será enviado para a região um navio da NATO para tentar perceber o que aconteceu ao Montecristo. A operação da NATO contra a pirataria, que tem o nome de código de Ocean Shields, está também a investigar este desaparecimento.

Desde o início do ano já foram sequestrados dois outros navios ao largo da Somália, primeiro o petroleiro Savina Caylyn, com 22 pessoas a bordo, a 8 de Fevereiro, e depois o Rosario D’Amato, um cargueiro com 21 pessoas. Estas embarcações e as pessoas que levavam a bordo continuam sequestradas.

A costa da Somália é das mais perigosas do mundo para a navegação comercial. Nos primeiros seis meses deste ano houve 266 ataques de piratas contra barcos estrangeiros, sublinhou o El País, mais 70 do que no mesmo período de 2009.

Fonte: http://www.publico.pt/Mundo/piratas-da-somalia-sequestram-navio-italiano-com-23-pessoas-a-bordo-1515810 (10/10/2011)

Nenhum comentário:

Postar um comentário