sábado, 31 de julho de 2010

Cinema

Um Farol no Fim do Mundo
The Light at the edge of the world (1971)
Lançado no Brasil pela ClassicLine

"Piratas liderados por Jonathan Kongre (Yul Brynner), tomaram um farol localizado em uma pequena ilha rochosa, em algum lugar ao norte da Argentina. Com o controle das luzes do Farol, eles põe em execução um plano terrível para desorientar os navios e provocar seu encalhe nos rochedos, facilitando assim seus atos de pirataria. Will Denton (Kirk Douglas), um dos membros da equipe do farol que sobrevive ao ataque dos piratas, luta desesperadamente para recuperar o controle do farol, mas a situação se complica quando Arabella (Samantha Eggar), uma sobrevivente de um dos navios é levada para a ilha. Baseado em uma história de Júlio Verne..."

Um Farol no fim do Mundo é certamente o mais brutal e desconcertante filme sobre piratas que já assisti. Arrisco dizer que é também, o que mais se aproxima da realidade da pirataria. O ato da pirataria não tinha nada de heróico, como nos passam vários filmes de Hollywood nas décadas de 40 e 50. Neste, os piratas são retratados pelo que são: bandidos sem moral. O diretor não poupa os olhos do espectador nas cenas de violência, e carrega certo exagero na excentricidade de alguns piratas. Mas os elementos estão todos ali: a violência, a traição, o roubo, a forma como se vestiam, a escravidão e tudo o mais. Show de atuações de Yul Brynner e Kirk Douglas!

Destaque para a cena - completamente insana - do pirata vestido de mulher, e para os trejeitos - quase afeminados - de Yul Brynner representado o capitão dos piratas.

Esse já faz parte de minha coleção!

Nenhum comentário:

Postar um comentário