terça-feira, 27 de julho de 2010

Seychelles condena a 11 piratas somalianos

Vitória, A corte Suprema de Seychelles condenou hoje 11 cidadãos somalianos a 10 anos de cárcere, depois de considerá-los culpados dos delitos de pirataria e cumplicidade para cometer pirataria, informou uma fonte oficial.

De acordo com um comunicado distribuído pelo Escritório da Presidência, as sentenças ditadas nesta segunda-feira representam uma meta na história judicial do país, por ser a primeira vez que se celebra um julgamento desse tipo neste arquipélago do Oceano Índico.

O texto considera que o veredito contribuirá a aumentar a confiança da comunidade internacional nas autoridades seychellanas e servirá ademais para dissuadir a outros piratas somalianos com desejos de incursionar na zona.

Os 11 presos foram detidos no dia 6 de dezembro de 2009 por uma lancha patrulheira de Seychelles, a qual atacaram dentro das águas territoriais do país, com a intenção da sequestrá-la.

Nos cárceres locais encontram-se outros 29 somalianos à espera de ser julgados ou deportados a sua nação de origem, apontou o texto.

O forte patrulhamento internacional nas zonas do Golfo de Adén e do Mar Vermelho tem levado aos piratas a aventurar-se em áreas cada vez mais afastadas de suas bases na costa da Somália.

lgo/nm/dcp

Fonte: www.prensa-latina.cu/ (26/07/2010)

Nenhum comentário:

Postar um comentário