quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Navio tunisino desviado no Golfe de Aden

Túnis, Tunísia (PANA) - O navio "Hannibal II" explorado pela empresa tunisina "GMT" e com pavilhão panamenho foi desviado na madrugada de quinta-feira por um grupo armado no Golfe de Aden, entre a Somália e o Iémen, soube-se de fonte oficial tunisina.

A embarcação que tinha a bordo 31 membros da tripulação dos quais 23 de nacionalidade tunisina, incluindo o capitão, foi atacada por "10 a 15 homens armados não identificados", segundo a mesma fonte.

Carregado de óleo vegetal, o navio vinha da Malásia e dirigia-se pra a Grécia. O ataque ocorreu durante uma breve paragem no Golfe de Aden quando os piratas armados forçaram a tripulação a seguir em direção às costas somalis.

O Golfe de Aden e o Oceano Índico são frequentemente teatro de operações de desvio de embarcações o que levou muitos países a enviar para a região destacamentos de guerra que, no entanto, não têm sido suficientes para controlar a situação na totalidade.

Em Junho de 2008, o Conselho de Segurança das Nações Unidas adotou uma resolução que autoriza a perseguição dos piratas até ao território somali ou ao alto mar assim como a possibilidade de intervenção nas águas territoriais somalís utilizando "todos os meios necessários".

Fonte: http://www.panapress.com/freenewspor.asp?code=por015498&dte=11/11/2010 (11/11/2010)

Nenhum comentário:

Postar um comentário