domingo, 4 de abril de 2010

Guardas particulares matam pirata somali

NAIROBI - A Força Naval da União Europeia disse que pela primeira vez guardas de segurança particular a bordo de um navio mercante, na costa do Leste da África, mataram a tiros um pirata somali.

O porta-voz da Força Naval da UE, o comandante John Harbour, disse nesta quarta-feira que a morte do pirata é a primeira feita por uma equipe de segurança privada. Navios mercantes que viajam pelo Golfo de Aden e pelo Oceano Índico têm colocado a bordo segurança armada para frustrar ataques de piratas.

Uma fragata da Força Naval da UE foi deslocada para o local na terça-feira e um helicóptero localizou os piratas. Sete deles foram encontrados, incluindo o que morreu a tiros. Os seis outros foram presos.

Fonte: http://oglobo.globo.com/mundo/ (24/03/2010)

Nenhum comentário:

Postar um comentário