segunda-feira, 26 de abril de 2010

Suspeitos piratas acusados nos EUA

Nova Iorque - Onze suspeitos piratas somalis foram acusados num tribunal nos Estados Unidos por dois ataques a dois navios da marinha americana.

As acusações incluem pirataria, pilhagem de um navio e ataque com armas perigosas.

Os acusados não se pronunciaram sobre a sua inocência e apenas falaram para dizer que compreendiam as acusações que lhes eram feitas, segundo a imprensa local.

Depois de ter sido capturado, o grupo foi mantido a bordo de navios da marinha americana ao largo da costa somali enquanto as autoridades decidiam o que fazer com eles.

Num tribunal na Virgínia, um suspeito apresentou-se de muletas e com ligas na cabeça, enquanto outro estava de cadeira de rodas e tinha uma perna com ligas porque tinha sido amputada do joelho para baixo.

O governo norte-americano diz que as lesões resultaram dos alegados confrontos com a marinha.

Cinco dos arguidos foram capturados a 31 de Março, depois de alegadamente terem disparado contra um navio da marinha Americana, a oeste das Seychelles.

De acordo com documentos do julgamento, os suspeitos piratas aparentemente confundiram a fragata USS Nicholas por um navio mercante.

Os outros seis suspeitos foram detidos em águas perto de Djibouti a 10 de Abril depois de alegadamente terem disparado contra o USS Ashland, um navio anfíbio.

Ambos os incidentes envolveram navios de Guerra americanos que participam nos esforços internacionais anti-pirataria ao largo da costa leste de África.

Fonte: www.portalangop.co.ao/ (25/04/2010)

Nenhum comentário:

Postar um comentário