sábado, 10 de abril de 2010

Piratas somalis capturam mais dois barcos no Índico

Por Nuno de Noronha

Apesar do reforço de navios patrulha da UE e da NATO, um cargueiro do Panamá com 24 tripulantes e um navio pesqueiro da Seychelles com seis marinheiros foram desviados nos últimos dois dias ao largo da Somália.

As águas do Índico foram mais uma vez palco das acções criminosas dos piratas somalis. Desta vez, segundo divulga a Reuters, que cita a organização não governamental "Ecoterra", os assaltantes atacaram um navio com pavilhão do Panamá - MV Iceberg 1. Na altura em que a embarcação foi desviada, transportava 24 tripulantes e encontrava-se a 10 milhas náuticas do Porto de Áden, no Iémen. As forças navais da OTAN e da União Europeia (UE) já confirmam que o ataque foi perpetrado por piratas somalis.

Este é já o terceiro assalto nas águas do oceano Índico desde sexta-feira. No domingo, foi desviada uma embarcação pesqueira proveniente das Seychelles que transportava seis tripulantes. O navio, que circulava a 60 milhas da costa do arquipélago, está agora a afastar-se para norte. Fontes ligadas aos criminosos, citadas pela agência "Reuters", afirmam que o barco foi capturado por piratas somalis e garantem, ainda, que têm em sua posse uma outra embarcação, de procedência iraniana, que transporta 21 turistas.

Mesmo depois da UE e da OTAN reforçarem o número de embarcações que patrulham as águas da África Oriental, os piratas somalis têm-se revelado bastante activos, estando a alargar o seu raio de acção na esperança de obter resgates milionários.

Fonte: http://jpn.icicom.up.pt/ (30/03/2010)

Nenhum comentário:

Postar um comentário