domingo, 2 de maio de 2010

Polícia encontra balsa roubada com 160 mil litros de óleo diesel


Foto: Raimundo Oliveira Silva, o "Jesus", e Raimundo Nonato Duarte, o "Nonato".(Polícia Civil)


Fotos: Divulgação/Polícia Civil

MANAUS – A equipe de policiais da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD) recuperou uma balsa com 160 mil litros de óleo diesel roubado no dia 16, próximo ao município de Itacoatiara, a 170 quilômetros de Manaus. A carga da embarcação foi avaliada em R$ 300 mil.

De acordo com o delegado da DERFD, Orlando Amaral, a balsa foi encontrada na Comunidade Ilha da Benta, localizada em um dos afluentes do rio Madeira. Para localizar a embarcação a polícia utilizou um hidroavião, da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), e aparelhos de GPS. A investigação dos policiais teve o apoio dos servidores do Departamento de Inteligência da SSP.

“Esse crime começou no dia 13, quando os ladrões roubaram a Balsa Golfinho 1º, do Porto do Bombeamento, localizado no Santo Antônio. Eles levaram essa balsa até a que estava transportando o óleo, da empresa W.F. Transportes, próximo à Itacoatiara. Os piratas renderam a tripulação e os deixaram amarrados no porão da balsa. Além disso, eles atiraram quatro vezes em um dos vigias da balsa, que quase morreu”, afirmou Orlando Amaral.

Segundo o delegado, os dez homens conhecidos como ‘Piratas do Amazonas’ ou ‘Barriga d’água’, fizeram a transferência do óleo para a Balsa Golfinho 1º e essa ação aconteceu de meia-noite às 7h. “Em seguida, eles levaram a balsa com óleo para um dos afluentes do rio Madeira. A balsa estava bem escondida dentro da mata. Conseguimos recuperar aproximadamente 120 mil litros de óleo”, explicou o delegado.
A polícia identificou dois dos assaltantes. Raimundo Oliveira Silva, o Jesus, e Raimundo Nonato Duarte, ainda estão foragidos. Orlando Amaral afirmou que os dois foram presos em 2006 pelo mesmo crime. “Vamos continuar buscando informações sobre esse caso e os assaltantes. Queremos prender todos para acabar com essa história de piratas aqui no Amazonas”, disse.

O proprietário da empresa W.F Transportes, Wilmar Freire, afirmou que o óleo é da Petrobras e seria transferido para o Estado do Pará. “A partir de agora, vamos fazer algumas mudanças para transportar esse tipo de material, que é uma carga valiosa. Acho que vamos fazer mudanças na rota e contratar seguranças para acompanhar a carga. Além do óleo, os ladrões também roubaram uma voadeira, rádio de comunicação e outros materiais”, comentou. (LG)

Fonte: http://portalamazonia.globo.com/ (29/04/2010)

Nenhum comentário:

Postar um comentário